Tratamentos alternativos para a Síndrome do Pânico

Atualmente, é raro encontrar alguém que não tenha ouvido falar na Síndrome do Pânico. Esse transtorno traz a pessoa um medo exagerado, sem explicação nem controle, o que causa diversas crises. O tratamento convencional e a psicoterapia têm excelentes resultados, mas, com o avanço da medicina, existem outros tratamentos alternativos para a Síndrome do Pânico.

A Síndrome do Pânico causa crises repentinas, inesperadas, que trazem pânico e terror repentinamente a pessoa portadora do transtorno, que acha que vai ficar louca, desmaiar e morrer. Ou seja, uma angústia terrível. A pessoa fica muito insegura, como se fosse uma criança indefesa.

E, para auxiliar essas pessoas, que sofrem com a doença, existem tratamentos alternativos que ajudam a superar a doença de uma forma mais branda e com menos sofrimento.

Sugestões de tratamentos alternativos para a Síndrome do Pânico

– A medicina natural usa ervas de kava kava como tratamento alternativo para a ansiedade excessiva. A kava kava é muito conhecida pelos seus efeitos sedativos e calmantes para aliviar os sintomas do nervosismo e ansiedade, além de diminuir a ocorrência das crises. Apesar disso, recentemente a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) emitiu um aviso sobre os efeitos da erva sobre o fígado.

– Outras ervas, como a Valeriana e a de São João são muito utilizadas por suas propriedades calmantes e ajudam nos casos de depressão moderada e leve. Obviamente que esses tratamentos alternativos não substituem os convencionais. Eles atuam somente como um complemento.

– Modificar a alimentação. Eliminar a ingestão de álcool e de cafeína ajuda a baixar a ansiedade e manter a pessoa mais calma, o que retarda as crises de pânico. Como a cafeína dá crises de abstinência, como tremores e nervosismo, o ideal é ir diminuindo aos poucos a ingestão de café, chás e refrigerantes que contenham a substância. Aposte nos chás calmantes, como de Passiflora, Camomila, Erva-cidreira ou de Solidéu, que dão relaxamento sem causar sonolência excessiva nem viciar.

– Apostar em tratamentos alternativos como acupuntura e florais.

– Faça exercícios regularmente. A atividade física libera no organismo endorfinas, que são substâncias responsáveis pela sensação de bem-estar, o que ajuda a pessoa a superar a doença de uma forma mais amena.

– Aprenda técnicas de respiração e yoga. Elas ajudam a pessoa a controlar as crises. Quando você estiver prestes a ter uma crise de pânico, inspire, de forma lenta, conte até cinco, segure um pouco a respiração e vá expirando lentamente contando até cinco. Repita isso até que a iminência da crise de pânico passe.

Mude sua situação! Acabe com a Síndrome do Pânico de vez e mude sua vida!

 

2 Comentários

  1. Sarah agosto 6, 2014
  2. jussara keier da sil novembro 17, 2014

Deixar um Comentário