Tratamentos alternativos para a Síndrome do Pânico

Atualmente, é raro encontrar alguém que não tenha ouvido falar na Síndrome do Pânico. Esse transtorno traz a pessoa um medo exagerado, sem explicação nem controle, o que causa diversas crises. O tratamento convencional e a psicoterapia têm excelentes resultados, mas, com o avanço da medicina, existem outros tratamentos alternativos para a Síndrome do Pânico.

A Síndrome do Pânico causa crises repentinas, inesperadas, que trazem pânico e terror repentinamente a pessoa portadora do transtorno, que acha que vai ficar louca, desmaiar e morrer. Ou seja, uma angústia terrível. A pessoa fica muito insegura, como se fosse uma criança indefesa.

E, para auxiliar essas pessoas, que sofrem com a doença, existem tratamentos alternativos que ajudam a superar a doença de uma forma mais branda e com menos sofrimento.

Sugestões de tratamentos alternativos para a Síndrome do Pânico

– A medicina natural usa ervas de kava kava como tratamento alternativo para a ansiedade excessiva. A kava kava é muito conhecida pelos seus efeitos sedativos e calmantes para aliviar os sintomas do nervosismo e ansiedade, além de diminuir a ocorrência das crises. Apesar disso, recentemente a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) emitiu um aviso sobre os efeitos da erva sobre o fígado.

– Outras ervas, como a Valeriana e a de São João são muito utilizadas por suas propriedades calmantes e ajudam nos casos de depressão moderada e leve. Obviamente que esses tratamentos alternativos não substituem os convencionais. Eles atuam somente como um complemento.

– Modificar a alimentação. Eliminar a ingestão de álcool e de cafeína ajuda a baixar a ansiedade e manter a pessoa mais calma, o que retarda as crises de pânico. Como a cafeína dá crises de abstinência, como tremores e nervosismo, o ideal é ir diminuindo aos poucos a ingestão de café, chás e refrigerantes que contenham a substância. Aposte nos chás calmantes, como de Passiflora, Camomila, Erva-cidreira ou de Solidéu, que dão relaxamento sem causar sonolência excessiva nem viciar.

– Apostar em tratamentos alternativos como acupuntura e florais.

– Faça exercícios regularmente. A atividade física libera no organismo endorfinas, que são substâncias responsáveis pela sensação de bem-estar, o que ajuda a pessoa a superar a doença de uma forma mais amena.

– Aprenda técnicas de respiração e yoga. Elas ajudam a pessoa a controlar as crises. Quando você estiver prestes a ter uma crise de pânico, inspire, de forma lenta, conte até cinco, segure um pouco a respiração e vá expirando lentamente contando até cinco. Repita isso até que a iminência da crise de pânico passe.

Mude sua situação! Acabe com a Síndrome do Pânico de vez e mude sua vida!

 

2 Comentários

  1. Sarah agosto 6, 2014
  2. jussara keier da sil novembro 17, 2014

Deixar um Comentário

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.