Teste de Síndrome do Pânico

Teste para sindrome do panico

Muitas pessoas estão ouvindo, atualmente, falarem mais sobre o transtorno do pânico, assim como o distúrbio bipolar, é um problema que ganhou de repente uma visão mais popular. No entanto, pessoas se autodefinem como portadores dessas síndromes, sendo que os profissionais da saúde são os únicos capacitados a fazer um diagnóstico.

Quando você está tendo algum problema, independente de qual ser, o importante é buscar ajuda profissional, mas às vezes, a dificuldade está em por onde começar, qual o melhor especialista para o que você está sentido. Para tanto, existe o teste de Síndrome do Pânico, que pode ser facilmente encontrado na Internet.

É essencial lembrar que o teste não substitui a consulta com um médico, seja ele um psicólogo, psiquiatra ou de outra especialidade, sendo necessária a visita ao consultório médico. O teste de Síndrome do Pânico também é uma ferramenta de autoconhecimento, que pode ser utilizada por qualquer pessoa, mesmo que por curiosidade.

No caso de você fazer o teste e o resultado mostrar que você tem a Síndrome do pânico, o mais indicado é que faça outros testes de sites diversos. Existem diferentes modelos, alguns funcionam com perguntas e respostas rápidas, outros oferecem uma lista de sintomas e pede que você escolha quantos deles costuma ter.

No caso do transtorno de pânico se confirmar em outros testes, você não deve se desesperar e nem ficar preocupada. Consulte as opções que o seu plano de saúde oferece e marque uma consulta, mas não é necessário pedir à secretária do médico uma consulta urgente, pois você descobriu que sofre do distúrbio. Mantenha a calma e aguarde o dia de sua consulta, a não ser que você sabe que teve recentemente um ataque de pânico.

Nesse caso, o mais adequado é que você busque um profissional que possa lhe atender o quanto antes, mas isso também não é motivo para perder o controle. Se você não tiver plano de saúde, fale com amigos e familiares que já consultaram com psicólogos e peça uma indicação, pois, preferencialmente, é melhor que vocês escolha um profissional que tenha uma referência, isso traz mais segurança na hora em que você for iniciar um tratamento.

Tipos de testes de Síndrome do Pânico

A maioria dos testes que é encontrada na Internet para identificar se uma pessoa possui ou não o transtorno do pânico, na realidade, são testes psicológicos que funcionam mais para medir o grau de ansiedade que você tem. Por isso, ele pode não identificar que você possui a síndrome, mas sim, um grau acima do normal de ansiedade, que também merece a sua atenção.

Muitos sites oferecem um teste para Síndrome do pânico bastante dinâmico, o qual possui em torno de 12 perguntas. Você deve escolher entre as alternativas “sim” e “não” e seguir para a próxima questão. Outros, no entanto, oferecem uma lista de sintomas e pede que você escolha aqueles que sentem frequentemente.

Mesmo com dinâmicas diferentes, esses testes, de forma geral, vão identificar se você possui ou não o transtorno de pânico conforme o número de respostas afirmativas que você escolher. Entre as opções que esses testes costumam oferecer estão: contração, tensão ou rijeza muscular; palpitações (quando o coração dispara); atordoamento, tontura e náusea; dificuldade de respirar e boca seca; e calafrios ou ondas de calor, com muito suor.

Outros sintomas que os testes de Síndrome do pânico apresentam, em geral, são sensação de estar sonhando ou distorções de percepção da realidade; sensação de terror, de que alguma coisa horrível está prestes aacontecer e você não vai conseguiu evitar ou enfrentar esse acontecimento; confusão e pensamento rápido; medo de perder o controle, fazer algo embaraçoso; medo de morrer; e sensação de debilidade e vertigens. Os testes costumam apontar que se a pessoa que fez o teste escolher ao menos quatro opções das oferecidas é indicado que ela procure um médico, uma vez que está manifestando alguns sinais do transtorno do pânico.

Como Saber se uma Pessoa tem Síndrome do Pânico

Além dos sintomas descritos anteriormente e que em geral estão presentes nos testes de Síndrome do pânico, é importante ressaltar que os sintomas físicos que se associam ao distúrbio podem aparecer repentinamente, do nada, quando você estiver em sua casa vendo televisão ou dirigindo, por exemplo. Por isso que esses testes são indicados, principalmente, as pessoas que estão tendo crises de ansiedade que acontecem de forma inesperada e sem motivo aparente.

Para entender melhor, é como se a crise de pânico fosse uma reação de luta ou fuga do organismo diante de um perigo imaginário. Além disso, ela pode durar até meia hora, sendo que o mais comum é que tenha duração de 10 minutos.O quadro se agrava quando a pessoa, depois de ter uma crise de pânico, começa a viver em estado de alerta, achando que a qualquer momento a crise pode se repetir.

Se isso começar a afetar a sua vida, a trabalhar os seus estudos, o seu trabalho, a sua relação com as pessoas, é mais do que urgente você iniciar um tratamento. Se não tratada a síndrome pode se repetir mais frequentemente.Existe ainda um estágio em que a pessoa fica com medo de passar por uma situação idêntica aquela em que ela estava quando teve uma crise de pânico. Se você estava em uma loja cheia quando teve o primeiro ataque, por exemplo, é possível que crie uma fobia a lojas lotadas. Nesse caso, a pessoa terá um transtorno do pânico com agorafobia.

 

Deixe seu comentário!
 

33 Comentários em "Teste de Síndrome do Pânico"

  • conceição disse:

    Realmente é muito sério a sindrome do panico,ajuda maior VEM Deus todo poderoso nosso criador que atraves do seu espirito sto.
    EM NOME DE JESUS PODE DETERMINAR A VERDADEIRA
    CURA; USANDO ANJOS MATERIAS E ESPIRITUAIS PARA
    NOS AJUDAR.ISTO SÓ CUSTARA A NOSSA FÉ E ESPERAN
    ÇA NESTE GRANDE DEUS AS DEMAIS COISAS ELE O FARA.

  • maria claudia disse:

    É verdade sofrie por muito tempo procurei psicologos e na verdade estou sabendo, tendo quase certeza que sofro de síndrome depois que estou pesquizando na iternet, desde 2005 , depois que sofrie de mais só Deus sabe o quanto ,começei à pedir pra Deus mim curar disso que mim atormentava e não sabia o que era e hoje eu mim considero 99,9% curada faltando pouco para ficar livre. O concelho que dou pra quem estar sofrendo é procurar primeiramente converssar com Deus.

    • Sandra Coelho disse:

      Concordo, Maria Cláudia.

      Mas é preciso que você também vá a um especialista. É importante que ele te avalie, para que você fique 100% curada e nunca mais volte a sofrer com este problema!

  • cidinha case disse:

    me ajudem!!!!TENHO SINDOME DE PANICO E NÃO SEI O QUE FAZER!!

  • Otavio disse:

    Tenho ataque de SP dsde dezembro do ano passado depois de vários problemas ocorridos em minha vida, e uma das coisas q mais me recomendaram é q eu supere esse mau fazendo muita oração e muita coragem sem medicamento, porém hoje em dia ainda fico muito inseguro se realmente eu tenho alguma doença ou q esteja ocorrendo algo de muito estranho em meu corpo, os ataques vem pelo menos uma vez na semana, mas sempre procuro me acalmar, no qual não é uma coisa simples.
    Já fiz exames de coração, endoscopia de sangue etc.. e nunca foi detectado nada, só q as vesez ainda caio no erro de achar q tem algo de grave ocorrendo comigo.

    • Sandra Coelho disse:

      Otávio,

      Oração e coragem são suas grandes aliadas, sem dúvida alguma.
      Mas, se nenhum de seus exames médicos deu nada, tente ir a um psicólogo. Ele vai poder te ajudar a entender a origem do seu problema e apontar um tratamento adequado para te auxiliar com o seu problema.

      Como você mesmo disse, talvez nem seja mesmo a Síndrome do Pânico, mas só o psicólogo poderá dizer isso com mais certeza.

  • marco telles disse:

    ola tenho 46 anos, tive uma crise terrevil,achei que tava tendo um infarte,sensaçao de o pescoço ta inchando,a cabeça tambem,e o coraçao acelerado,vui ao medico, a segunda ves foi com uma semana quase o mesmo horario, pois me acalmei um pouco e comecei a rezar e ler os salmos e fui me trancolisando.

  • Sandra Coelho disse:

    Marco,

    Procure um terapeuta. Ele pode te ajudar a descobrir a causa da sua crise e lhe ajudar para que elas não evoluam nem prejudiquem a sua vida.

  • Dalida disse:

    Sindrome do Pânico tem cura.Então este medo vai passar,mas precisa buscar técnicas de relax,e tomar ansiolítico natural e comer carboidratos complexos como melado,raizes,arroz integral etc..,para se livrar do mau humor,pois pode ser uma distomia.ENvie seu pedido de meditação de 21 dias,e lhe enviarei cada sessão onde praticará por tempo indeterminado para alcançar a meta.e Então vai solicitando e irei enviando.

  • Patii Pedrosa disse:

    Bom, eu li sobre isso, logo após ver os sintomas percebi que tenho todos os sintomas, mais não sei direito se tenho isto, mais confesso que as vezes me dá um panico do nada, é muito estranho. Então… meu nome é Patrícia e tenho 13 anos, quero saber se eu tiver isso oque devo fazer?

    • Sandra Coelho disse:

      Patrícia,

      Converse com os seus pais, para que eles possam te levar ao médico, para confirmar ou não o diagnóstico da SP e te passar o tratamento adequado.

  • Patii Pedrosa disse:

    Bom, eu li sobre isso, logo após ver os sintomas percebi que tenho todos os sintomas, mais não sei direito se tenho isto, mais confesso que as vezes me dá um panico do nada, é muito estranho. Então… meu nome é Patrícia e tenho 13 anos, quero saber se eu tiver isso oque devo fazer? —- Isso aqui eu já comentei mais vou comentar mais… Eu passei por muita coisa na escola, sei que só tenho 13 anos e nem vivi ainda, mais por conta do que eu passei eu chorava todo dia e etc… e tudo aconteceu na escola, a partir do momento que eu comecei a chorar todos os dias, eu não percebi mais minha família percebeu que me comportamento estava diferente, logo após depois de 1 ano das coisas que aconteceram eu pesquisei na internet se oque eu tinha era uma doença ou não era nada demais, quando fui pesquisando e me afundando nos assuntos eu descobri que tenho :
    “Fobia Escolar”
    “Sociofobia”
    “Isolamento”
    “Ansiedade”
    Eu já cheguei um ponto de tentar Suicídio cortando meus pulsos, mais não aconteceu nada demais, só que ficaram cicatrizes… Todos os dias penso em formas de me suicidar ou matar pessoas, mais matar pessoas culpadas ou inocentes, ou também penso em maneiras de fugir de casa, só não fiz isso pelo seguinte motivo : E se eu fugir para onde vou, oque vai acontecer comigo e como vou fazer para comer, dormir e etc… Bom, se vocês quiserem saber os motivos que me levaram a isto vou falar, mais não sei se foi bem esses motivo :
    “Minha melhor amiga e todos os meus amigos se afastaram de mim, mais tipo foram se afastando despercebidamente e na época eu nem via isso, mais quando me dei conta estava sem amigos e sozinha sendo obrigada a ficar sozinha, era como se ninguém mais quisesse ser meu amigo, e até hoje não sei oque eu fiz para eles.”
    “Aos 5 anos eu sofri abuso sexual do meu tio, ele não fez nada de sério apenas tocava nas minhas partes intimas, mas agora ele fugiu e ninguém sabe onde ele está.”
    “Minha mãe nunca estava em casa para eu conversar com ela, mais se estava ela nem me dava atenção.”
    “Meu pai morreu quando eu tinha 3 anos, eu cresci sem pai e sem padrasto.”
    “Minha irmã sempre batia em mim tendo ou não motivos.”
    “Eu sempre fui gordinha, e então sofrendo bullying com isso.”
    E com tudo isso estou pensando em parar de comer, mais parar assim, não comer nada, quero emagrecer porque de todos meus amigos eu sempre fui a mais gordinha, então para mim as pessoas só vão me aceitar se eu for magra e bonita, bom mais magra do que bonita e agora estou com duvidas de que tenho “Síndrome do Pânico”. E eu queria saber oque devo fazer, estou indo na psicologa da escola mais não está resolvendo nada, agora o pc é meu amigo, só. E eu fico triste nisso mais a escola está me afastando de Deus, eu sei que Deus nunca vai se afastar de mim, mais eu sinto que a escola está me afastando. Quero a Opnião de vocês, eu ficaria agradecida se vocês lessem e respondessem o meu comentário. Qualquer coisa meu Facebook para vocês : http://www.facebook.com/patricia.yalmanian
    Obrigada !

  • É uma doença muita estranha não tem com definir eu gostaria de ajuda para ajudar uma pessoa por favor ???<3 Deus abençoa

  • ajude me responda ???

  • carine disse:

    nossa é dificil de acreditar que tudo isso que sinto é imaginação da minha cabeça!

  • elyzandra disse:

    eu trabalho em uma empresa onde já sofri vários assaltos sendo q todos muito violentos agora eu não posso ver ninguém chegar muito perto da porta q eu entro em pânico quando ando de ônibus se eu percebo algo suspeito me levanto e salto do ônibus antes mesmo de chegar ao meu destino fico me tremendo baixa a minha pressão arterial começo a chorar já estou fazendo uso de ante depressivo só q não vi resulta do nem um .

  • Sandra Coelho disse:

    Elyzandra,

    É complicado mesmo. Assaltos costumam desencadear a síndrome do pânico em muitas pessoas.

    Você já foi a um terapeuta? Conversando com ele, você pode trabalhar melhor o seu medo, para que você consiga lidar melhor com isso.

    Se você não tiver dinheiro para pagar um, vá a uma faculdade que tenha o curso de psicologia. Lá, esse tipo de consulta é gratuita.

  • Sandra Coelho disse:

    Pati,

    Se o seu comportamento mudou e a sua família percebeu isso, porque você não pede para mudar de escola?

    As pessoas precisam parar de achar que só serão felizes magras. Isso não existe. É ilusão da sociedade.

    Agora, se o fato de ser gordinha te atrapalha tanto, porque você não se dedica a um esporte? Ficar sentada na frente do PC o dia todo só serve para aumentar o sedentarismo. Além do mais, provavelmente você também come na frente do computador. E, como não se movimenta, acaba engordando. Por isso, você precisa se mexer mais, mesmo que seja uma caminhada de 30min, todos os dias.

    Além do mais, um esporte ou um exercício faz com que a pessoa libere endorfinas, que são substâncias que ajudam a pessoa a ficar mais bem humorada e alegre. Por que você não tenta? Seu problema é difícil, mas tem solução. Só depende de você.

  • Patii Pedrosa disse:

    Bom, eu já estou tentando mudar minha alimentação, faço caminhadas quase todos os dias, más parece que quanto mais eu caminho, ou como menos, mais eu engordo, eu não fico mais o dia todo no pc, geralmente fico 1 hora mexendo e desligo, as vezes nem mexo, mais não sei, psicologicamente estou piorando, e fisicamente também, minha mãe não sabe oque fazer, eu também não, acabei saindo da psicologa. Antes eu nem chorava muito, mais só que agora é todos os dias, eu já ouvi muitos conselhos, tentei seguir alguns, mais não consigo, estou fraca psicologicamente e fisicamente, as dores são todos os dias, e me sinto sozinha, minha mãe fica o dia inteiro fora, trabalhando, e eu não tenho amigos para conversar, ela não deixa mais eu mexer no pc, eu fico no meu quarto falando sozinha, com minha mente, e além disso ela só piora tudo, gritando e brigando comigo, e eu já falei para ela não gritar que piorar, mais não dá por que parece que ela grita mais ainda. Ta tudo difícil, eu sei que depende de mim, mais se é assim, não dá sei lá, Obrigada pelo conselho.

  • Sandra Coelho disse:

    Patii,

    Só de não ficar na frente do PC o dia todo já foi uma melhora,
    Mas porque você saiu da psicóloga? Você precisa dela, até mesmo para que ela te dê os remédios que vão te ajudar a melhorar.

    Se você não se deu bem com essa psicóloga, procure outra (o) que você goste mais.Existem várias coisas que ajudam a superar a SP, mas sem tratamento médico especializado, vai ser difícil a superação, pois os medicamentos ajudam a trazer estabilidade emocional e evitam as crises.

  • lauro disse:

    Amigos tenho 36 anos era esportista, nunca bebi, nunca usei drogas e estou tendo síndrome do pânico por causa de abstinencia do remédio cronazepan , eu tomava pq sofria de insônia, hj graças a deus depois da abstinencia parei de tomar essa droga que praticamente é uma cocaina disfarçada!! 
    Ate descobrir essa doença minha família gastou mais de 5 mil reais em médicos que so fizeram nós jogarmos dinheiro fora!! Realmente eu descobri meus sintomas dessa ansiedade foi através da internet!! Eu fico abobalhado a maioria dos médicos não sabem nada dessa doença apenas so querem dopar o paciente piorando mais o seu estágio!!
    Fiz todos os exames cardiológicos o que realmente me aumentou foi minha pressão arterial que em pico  chega 17×9  estou tomando Coversyl 4 mg para controlar a pressão, Minhas crises foi tão forte que aumentou muito meu colesterol sem comer nenhuma gordura!! Passei a fazer uma dieta mais rigorosa que graças a deus começou a baixar sem tomar medicamentos!!
    O que esta me ajudando muito é um remédio natural da passiflora que se chama Ritmoneuran e um cha de valeriana para combater a insonia!! Estou nesse sofrimento a 3 meses agora que realmente minha mãe acabou descobrindo com farmaceutico esses remedios naturais que os médicos descartam mais é o que esta me curando junto com a fé de deus e a bíblia sagrada.

  • Eliani disse:

    Eu tenho a Síndrome do pânico e a minha primeira crise foi assustadora. Começou com um mal súbito, meu corpo tentava reagir , eu conscientemente não acreditava naquela situação, suava muito, coração acelerado,, respiração travada, tudo ficando escuro e o desespero tomava conta por não saber do que se tratava. Minha mente só mandava a ordem “você tem que respirar, lembre-se de respirar”. Fiquei assim por alguns minutos, o que pareceu horas.
    Procurei um psiquiatra que me diagnosticou com esta síndrome, fiz tratamento com mediamentos e procurei alternativas como o reiki, acupuntura e comecei a prestar mais atenção no meu dia a dia.
    Quando andava era como se flutuasse, cada vez que meus pés pisavam no chão eu sentia como se estivesse fazendo um esforço fenomenal. Mas, precisava continuar : aquela pessoa não era “eu” porque comecei a ter um medo aterrorizante de elevadores, ir a mercados, falar com pessoas.
    Comecei a praticar esportes fazendo um esforço fora do comum lembrando sempre o que o meu psiquiatra dizia : 10% são os remédio e 90% você.
    Ainda tenho crises e quando percebo os sintomas tento respirar fundo e pedir pra quem quer que esteja do meu lado : Por favor, me lembre de respirar,

  • Mayara disse:

    Olá me chamo Mayara,eu sou homossexual e desde de nova sofro com preconceitos desda escola como dentro de casa também aos 12 anos de idade tentei me assumir e sempre apanhei da minha mãe irmão vó,e sempre na escola fui uma pessoa isolada de tudo e todos,só que aos 16 anos eu me assumi de verdade,mas foi pro meu pai pq só ele ñ era agressivo comigo,mas quando minha mãe soube fui um choque pra ela saber que eu estava namorando uma garota.na verdade ela sempre sou de mim mas fechou os olhos,e depois que me assumi sai de casa me ajuntei com uma garota que estou até hj com ela,mas acontece o seguinte eu sofro muito pq minha mãe sofre pq eu sou assim então todo sentimento de culpa fica sobre mim hj tenho 18 anos e questão ao meu sofrimento já tentei me matar usando cocaina tomando remédios e graças a Deus não deu certo e consegui parei com essa droga maldita,mas quando eu sai de casa eu era menor minha familia toda contra mim e eu ñ tinha apoio de ninguém ai como eu fui mora com uma garota a situação era bem difiicil ela tbm foi expulsa de casa então era só nos duas,ai conseguimos trabalha em uma empresa ela já tinha 18 e eu 16 então falsifiquei me rg e consegui entra lá com era sem registro foi tranquilo ai alugamos uma casa a situação melhorou um pouco,só que com 6 meses a empresa faliu e ai tivemos que se vira foi quando eu entrei pro trafico fiquei lá um tempo pq quando vc entra é facil dificil é sair passei por humilhações mas eu precisava do dinheiro sei que ñ era certo mas era minha sobrevivencia e quando eu estava perto de sai eu fui pega por currupitos e eles me bateram muito apontaram a arma na minha cabeça e falou que eu ia morrer se eu não falasse que era eu que estava lá vendendo ai neguei muito pra ñ ir presa até que falei e houve muita conversa até que Deus me tirou dessa eles deixaram eu ir embora até ñ sei pq mais deixaram pq ela tavam decidos a me matar,mas enfim depois disso nunca mais trafique a minha companheira arrumou um serviço e logo depois de 2 mes mais ou menos completei 18 anos ela me colocou na mesma empresa que ela fiuei 3 meses lá, só que eu fiquei com muito trauma de policia,quando vejo eles entro em panico e devido a negação da minha familia comigo algumas coisa bem ruins que passei o preconceito que sofro e o devido acontecimento naõ queria mais sair de casa só queria fica em casa chorando tracada tinha medo de sair de casa pq eu pensava que todos iam me zuar rir de mim enfim fiquei mau mesmo até que uns 2 meses atras consegui um emprego pra mim foi dificil andar de onibus me rekacionar com ás pessoas,até tava indo td bem ai eu começei sentir umas coisas estranha acelero no coração falta de ar parecia que tinha algo na minha garganta um mal estar pessimo a minha cabeça pesada suadeira dores no peito formigamento nas mãos até meus pés suavam totura e presentimento de noticias ruins e senssação de morte que eu poderia ter irfarto avc derrame facial pq meu rosto fica dormente e fui em varios pronto socorro e todos me disiam vc esta com sindrome do panico e eu creio que seja,perdi meu emprego recentemente pq ñ consigo ficar em luga fechado andar mais onibus,tenho medo das pessoas das violencias ñ assisto masi jornal filmes de terror,e tenho a senssação que tou louca fora de mim e que tudo ao meu redor não é real tenho insonia durmo pouquissimas horas de sono acordo assustada e ai que vem as crises tenho até 4 crise no mesmo dia e diariamente tenho medo de ficar só e morrer e ninguém me ajudar penso em suicidio mesmo sem querer a única coisa que o médico do pronto socorro passou foi diazepam pq é oque me faz dormi pra minha mente ñ fica tão cansada,acho que tudo oque eu já passei as consequencias vem agora com essa doença horrivel que ñ desejo a ninguém e quem sofre com isso sabe o quando é dificil suporta,muitas pessoa não intende acha que é frecura só pq é uma coisa da cabeça não faz mal,mas faz sim pq o corpo sofre com isso to muito magra não me alimento direito só quero cama e dormi,a única coisa que eu tenho medo é de nuca mais volta ao normal pesquiso muito sobre essa doença buscando pra ver se tem cura e ver se eu tenho chance de viver uma vida saudavel longe de praga ruiim que me causa uma mal profundo,gostaria de ajuda! Obrigada pela atenção.

  • Olá pessoal,tenho diagnóstico confirmado de síndrome do pânico,tenho 26 anos,casada,dois filhos e uma vida humilde.Mas Deus nunca deixou faltar nada.Aparentemente uma pessoa sem preocupação,e se engana quem acha que tenho vida boa.O detalhe é que eu também achava.Porque eu?!Meu corpo dava sinais o tempo todo que eu devia desacelerar,e por falta de conhecimento negligenciei os sintomas.Em Setembro de 2013 fiz uma laparotomia exploradora devido a uma dor no abdômen sem causa aparente.Não dava nada nos exames,então abriram minha barriga,estava com sangue o peritônio inteiro.O motivo foi um cisto no ovário que rompeu então a dor.Após esse episódio fiquei insegura e passei a não confiar nos médicos e ter medo de adoecer e não achar nada nos exames e então morrer por diagnóstico tardio.Comecei a me preocupar demais,como se eu já não fosse paranoica o bastante.Tudo me dava medo,se meus filhos estavam doente,se era seguro a escola,e acabei por não deixa-Los sair de casa sem eu.Tinha pesadelos com eles no trânsito,na escola,inclusive na casa dos avós.E após essa cirurgia fiquei pior,tudo elevado ao cubo,preocupações,medo de tempestades,desastres naturais e etc.Certa noite senti um arrepio,e logo em seguida taquicardia,e aí começou o que eu acho o pior sintoma da SP,a falta de ar,como se não bastasse senti dormência do lado esquerdo do corpo,o olho começou repuxar e dor no peito e cabeça.Senti um medo imenso de morrer,corri pro pronto Socorro,o diagnóstico de
    crise de ansiedade.E se repetiram na noite seguinte,então procurei o médico,fiz exames cardiológicos e todos normais.É aí q está o problema,quem tem SP,não acredita em nada,porque os sintomas são reais,as dores são reais e você realmente acredita que vai ter um infarto ou derrame.A gente fica confusa e com medo.Então fui orientada a procurar um psiquiatra e foi o que fiz.Mas não foi fácil,porque eu achava que tinha uma doença ruim e não tinha feito todos os exames possíveis(eu queria fazer todos rsrs).Então sem confiar muito na médica começei a tomar os remedios,Mas tive uma crise e então parei os remédios por medo deles” mascarar alguma doença”E as crises ficaram piores,voltei na médica e dessa vez levei a sério o tratamento.Não é fácil,porque os remédios tem efeitos colaterais(vistas embaçadas,tonturas,visao dupla,cefaléia,entre outros) que pra nós que estamos no início do tratamento é complicado,acaba desencadeando uma nova crise.Contei isso aqui porque foi lendo comentários como esse que descobri mais sobre a doença e percebi que não estou sozinha,espero que te ajude.O segredo pra vencer a SP é confiar em Deus é em nós mesmo.SP é uma doença e tem que ser tratada com remédios.O primeiro passo é se aceitar.E se engana que o portador d SP é fraco,pelo contrario,essas pessoas carregam o mundo nas costas,se preocupam em demasia e tem os nervos literalmente a flor da pele.São pessoas sonhadores,fiéis,amigas,honestas e tem coração generoso.Meu nome é Juliana Guanha e sou portadora da doença síndrome do panico ou transtorno de pânico,e estou em tratamento,mas com toda certeza vou vence-lá.Eu não vivo com a doença,ela que se acostume comigo.Deus abençoe a todos.

  • lilia cardoso disse:

    Voltei s a senti tudo de novo , pensei que já estava curada , mais nada depois de seis meses sem remedio , estava me sentido melhor , mais voltou tudo. So Deus em minha vida

    • Sandra Coelho disse:

      Lilia,

      Se parar de tomar a medicação, as crises voltam mesmo. Não pode parar de se cuidar não.

  • Sofro e muito foi detectado ano passado, fiquei uns meses bem parecia que tinha ido embora mas agora voltou a sensação é que to morrendo….

  • Alice disse:

    Eu tenho sp e gostaria de saber se estes remedios são oferecidos pelo sus

Comente: