Como lidar com a doença?

Infelizmente, a Síndrome do Pânico, cada vez mais faz vítimas nessa era moderna, de tantas tecnologias, violência e tantos traumas emocionais. E, como a vida do indivíduo acometido pela doença vai se tornando cada vez mais limitada e isolada, vamos mostrar nesse artigo como lidar com a doença.

Muita gente que tem a Síndrome do Pânico acha que podem lidar com a doença sozinhos. Mas, para que haja uma verdadeira cura deste mal, é necessário que a pessoa se conscientize e procure ajuda médica e psicológica, antes que essa doença tome conta completamente de toda a sua vida.

Síndrome do Pânico: lidar com a doença é difícil, mas não impossível

Primeiramente, é necessário buscar ajuda profissional. A pessoa acometida pela Síndrome do Pânico geralmente é muito ansiosa e isso desencadeia as crises, que vão se tornando cada vez mais frequentes, com o tempo. A ajuda psicológica é imprescindível para que o indivíduo consiga lidar com a doença da melhor forma possível.

Bom, mas além do tratamento médico, existem algumas atitudes que a própria pessoa pode tomar para lidar melhor com a doença:

Não pense que está ficando louco (a): Essa é uma sensação muito comum entre as pessoas que tem a Síndrome do Pânico. Isso porque, durante as crises, a pessoa parece que está sonhando ou em uma situação completamente irreal. E, quando a crise passa, a pessoa está ofegante, suando muito e percebe que nada de efetivo aconteceu. Mas, não, você não está louco (a), isso é só uma impressão que a doença causa.

Medo de perder o controle: É outro problema muito comum em quem tem a doença. A pessoa acha que, em uma situação de crise, vai tirar a roupa, fazer escândalos, correr ou provocar alguma situação constrangedora. Tenha o seguinte pensamento: Isso está só na sua cabeça. E, se esse receio não passar, saia de casa sempre acompanhado (a), para que você sinta mais segurança.

Anote os seus sintomas em um caderno: Ao iniciar o tratamento, provavelmente o psicólogo vai lhe passar uma tabela ou pedirá para que você anote em um caderno todos os sintomas que vem apresentando antes e durante as crises de pânico. Assim, você vai passar a entender melhor seus medos, o que desencadeia as crises e irá aprender a lidar com a doença de uma forma mais amena.

O que a pessoa que tem a Síndrome do Pânico precisa compreender para lidar melhor com as crises e as consequências da doença é descobrir qual é o gatilho, a causa dos ataques de pânico. Só assim é possível descobrir a raiz do problema e se curar progressivamente desse mal.

Você quer aprender alguns métodos para se livrar de vez da Síndrome do Pânico? Então, veja aqui, recupere a sua saúde e mude a sua vida de vez!

 

2 Comentários

  1. carina aparecida betin dezembro 27, 2014
  2. Erione Campelo novembro 7, 2016

Deixar um Comentário

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.