Como conviver com uma pessoa que tem a Síndrome do Pânico?

A Síndrome do Pânico tem sido apontada como um dos maiores males que a vida moderna vem causando no psicológico das pessoas. Mas, se para a pessoa que tem a doença já é difícil, imagina para os parentes, amigos e colegas que convivem com o individuo que tem a Síndrome do Pânico? É complicado, pois a pessoa que tem a doença muda muito e sofre com uma ansiedade desmedida que é difícil de compreender. Por isso, acompanhe esse artigo e veja como conviver com uma pessoa que tem a Síndrome do Pânico.

Primeiro de tudo, se você convive com alguém que tem esse problema, o ideal é pesquisar bastante sobre a doença, como ela afeta a pessoa, quais as suas causas e consequências, para poder efetivamente ajudá-la nesse processo.

Dicas para conviver com uma pessoa que tem a Síndrome do Pânico

– Seja compreensivo: A pessoa não está doente porque quer. Tente prestar apoio e estar ao lado dela, especialmente em situações delicadas, que geram ansiedade e dão o gatilho para as crises.

– Jamais diga que a doença é “frescura”: Muitos familiares e amigos costumam, seja por incompreensão ou ignorância, considerar que as crises causadas pela Síndrome do Pânico não passam de frescura e futilidade. A Síndrome do Pânico é uma doença psicológica muito séria e que exige tratamento. Não tem nada de futilidade ou frescura nisso.

– Converse com a pessoa sobre assuntos que nada tem a ver com a doença: Essa é uma estratégia interessante para lidar com quem tem a Síndrome do Pânico. Falar de assuntos leves e até banais ajuda a distrair a mente da pessoa, o que faz com que a ansiedade dela diminua. E, quanto menos ansiosa ela fica, menores as chances de uma crise acontecer.

– Passe segurança: Se a pessoa que tem a doença gosta e confia em você, ótimo. Normalmente, as pessoas acometidas por esse mal costumam ser inseguras demais e não conseguem lidar com a sua própria vida sozinhos. Ajude então, de forma gentil, a pessoa. Esteja sempre por perto e se mostre disponível. É o que o indivíduo que tem essa doença precisa: se sentir seguro ao lado de uma pessoa de confiança.

Quer conhecer melhor a Síndrome do Pânico e ajudar quem está sofrendo com ela? Então veja aqui um método revolucionário para ajudar a pessoa a se livrar definitivamente desse mal e ter uma vida plena e cheia de saúde.

 

48 Comentários

  1. amanda agosto 7, 2013
    • Sandra Coelho agosto 9, 2013
    • Arrependido setembro 15, 2014
    • CRIS setembro 7, 2016
  2. Daniel outubro 14, 2013
  3. Sandra Coelho outubro 15, 2013
  4. Berta novembro 18, 2013
  5. Tania janeiro 8, 2014
    • Arrependido setembro 15, 2014
    • Caroline janeiro 7, 2015
  6. Joana janeiro 8, 2014
  7. Amanda março 14, 2014
    • Bruna julho 18, 2014
  8. Sandra Coelho março 14, 2014
    • jp maio 1, 2014
      • jp maio 1, 2014
        • Sandra Coelho junho 19, 2014
  9. Wanderson março 22, 2014
  10. desconhecida abril 30, 2014
    • Sandra Coelho abril 30, 2014
  11. Rosimere Eckhardt maio 12, 2014
    • Arrependido setembro 15, 2014
  12. Angela junho 1, 2014
    • Sandra Coelho junho 19, 2014
  13. Carlos julho 1, 2014
    • Sandra Coelho julho 10, 2014
    • José da rocha Lima dezembro 12, 2014
  14. marciela julho 25, 2014
  15. Cassia julho 25, 2014
    • Arrependido setembro 15, 2014
  16. EDUARDO TORRES julho 29, 2014
    • Caroline janeiro 7, 2015
  17. estela gomes agosto 4, 2014
  18. Debora setembro 7, 2014
  19. julio outubro 1, 2014
    • diego novembro 13, 2014
  20. diego novembro 13, 2014
  21. Larissa novembro 15, 2014
    • José da rocha Lima dezembro 12, 2014
  22. Geraldo novembro 28, 2014
  23. carla dezembro 2, 2014
  24. Jair oliveira Nunes dezembro 7, 2014
  25. José da rocha Lima dezembro 12, 2014
  26. Rita dezembro 19, 2014
  27. Thais dezembro 27, 2014
  28. paulo david paes de dezembro 28, 2014
  29. carlos agosto 27, 2016
  30. monica seibert dos santos outubro 4, 2016

Deixar um Comentário